menu

Em ação conjunta dos poderes e órgãos de controle, TCE/SC participa de campanha para doação de sangue

ter, 14/06/2022 - 21:40
Integrantes dos Executivo, Legislativo, Judiciário, Tribunal de Contas e Ministério Público posam em frente à sede do Hemosc. Ao fundo, o letreiro da entidade.

Os três poderes e dois órgãos de controle se mobilizaram nesta terça-feira (14/6), Dia Mundial da Doação de Sangue, para chamar a atenção sobre um ato simples, indolor e que salva vidas. Representantes do Executivo, Legislativo, Judiciário, Tribunal de Contas de Santa Catarina (TCE/SC) e Ministério Público (MPSC), numa ação integrada e inédita, foram até o Centro de Hematologia e Hemoterapia de Santa Catarina (Hemosc) para contribuir com a doação de sangue pela manhã. 

"Trata-se de um gesto tão simples e, ao mesmo tempo, tão importante que representa o cuidado e a atenção com o próximo. Esta ação em conjunto entre as cinco instituições simboliza a união dos entes públicos catarinenses como forma de incentivar o cidadão a contribuir para a melhora dos estoques de sangue e, por consequência, salvar vidas”, disse o conselheiro Adircélio de Moraes Ferreira Júnior, presidente do TCE/SC, um pouco antes de esticar o braço para fazer a doação. 

Já o desembargador do Tribunal de Justiça Altamiro de Oliveira, presidente em exercício do TJSC, disse que o gesto coletivo possui um grande simbolismo: “Doar sangue é sinal de vida, de humanidade. Por isso, estamos todos irmanados neste processo”. Na avaliação do secretário de Estado da Saúde, Aldo Baptista Neto, "doar sangue está diretamente relacionado a a um gesto de valorização da vida”.

Para o deputado Ricardo Alba, representante da Assembleia Legislativa, que tem o hábito de doar, "a ação coletiva feita hoje é um exemplo de sintonia e de harmonia dos poderes e órgãos em benefício dos catarinenses. Os chefes das instituições demonstram a importância da doação de sangue e do Hemosc em todo o Estado”. Na avaliação do subprocurador-geral do MP/SC, Alexandre Estefani, “a medida parece simples, mas extremamente importante”. 

No prédio do Hemosc, em Florianópolis, os doadores foram recebidos pela diretora-geral do hemocentro, Patrícia Carsten. Também participaram da ação o presidente da Fundação de Apoio ao Hemosc/Cepon (Fahece), Michel Scaff, e o presidente da Associação Catarinense do Ministério Público, Marcelo Gomes Silva. 

Como doar 
Nos primeiros cinco meses de 2022, aproximadamente 60,5 mil pessoas se candidataram à doação de sangue no Estado. Dessas, 50,1 mil efetivaram a doação. “Com as baixas temperaturas, o estoque de sangue também cai, mas quem precisa de sangue não pode esperar a primavera. O sangue é essencial o ano todo. Neste momento precisamos mais dos tipos A e O, positivo e negativo. A doação é um seguro de cidadania e solidariedade. No site do Hemosc estão as principais informações sobre os requisitos para a doação, locais e horários de atendimentos”, destaca Patrícia Carsten.  

Para ser um doador de sangue é preciso ter entre 18 e 69 anos (doadores de 16 e 17 anos de idade precisam ter autorização formal e estar acompanhados dos pais e/ou responsável legal), ter mais de 50 quilos e estar em boas condições de saúde, sem feridas ou machucados.  

Os intervalos entre as doações devem ser de 90 dias para as mulheres, podendo realizar três em um ano; e de 60 dias para os homens, com quatro doações ao longo de 12 meses. A doação pode ser feita em hemocentros de todo o Estado. Os endereços e horários de atendimento estão disponíveis em www.hemosc.org.br. 

(Com informações da Assembleia Legislativa de SC) 
 

 Acompanhe o TCE/SC
www.tcesc.tc.br — Notícias — Rádio TCE/SC   
Twitter: @TCE_SC   
Youtube: Tribunal de Contas SC   
Instagram: @tce_sc 
WhatsApp: (48) 98809-3511 
Facebook: TribunalDeContasSC   

Galeria de Fotos
Fechar
Publicações
Sessões e eventos

Destaques
Rádio TCE/SC