menu

Pesquisa vai revelar os impactos da pandemia na educação municipal em Santa Catarina

qua, 13/10/2021 - 18:37

VINHETA TCE INFORMA 
 
 
(OUÇA
 
 
LOCUTOR: Os prefeitos, dirigentes de educação e controladores internos dos 295 municípios catarinenses têm até o dia 20 de outubro para responder um questionário encaminhado pelo Tribunal de Contas de Santa Catarina (TCE/SC) sobre a retomada das aulas presenciais.

O formulário “Diagnóstico dos impactos da pandemia no abandono e evasão escolar nos municípios catarinenses” foi lançado no dia 7 de outubro em evento online organizado pela União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), em parceria com o TCE/SC, Ministério Público (MPSC) e Ministério Público de Contas (MPC/SC).

A finalidade é obter um levantamento da evasão no ano letivo de 2021 e mapear o processo de retomada das aulas presenciais. Os dados vão possibilitar o planejamento de políticas públicas intersetoriais e de ações educacionais efetivas para o próximo ano.

O conselheiro substituto Gerson dos Santos Sicca, gestor do TCE Educação, destacou a relevância do formulário para a unificação dos dados sobre a educação nos municípios.

(Sonora Gerson Sicca)
Foi construído justamente para que nós pudéssemos ter uma base comum, e viabilizada em todos os municípios tivessem condições de avaliar a sua situação, mas dentro de uma plataforma mínima estabelecida. Nós temos problemas a enfrentar, nós temos a situação do abandono e da evasão, mas temos que pensar para frente também, como recuperar essas perdas, como estruturar políticas públicas para conter todos esses prejuízos que nós estamos tendo.

LOCUTOR: O formulário tem perguntas com quatro eixos temáticos. Os municípios devem informar o número de matrículas do ano de 2021 na rede municipal de ensino, as medidas adotadas para diminuir a taxa de evasão escolar no ano passado, quantas escolas estão em atividade 100% presenciais e quais programas educacionais existem no município.

O conselheiro Gerson Sicca ressalta a importância da inclusão das informações municipais para que o diagnóstico seja realista.

(Sonora Gerson Sicca)
A partir desse questionário, nós vamos conseguir ter uma base de dados comum, poderemos tabular esses dados, ter percentuais, orientar os gestores de forma a buscar as melhores soluções.

LOCUTOR: Também participaram do lançamento do diagnóstico dos impactos da pandemia na educação, a procuradora-geral do Ministério Públicos de Contas, Cibelly Farias, o promotor de Justiça e coordenador do Centro de Apoio Operacional da Infância e Juventude do Ministério Público, João Luiz de Carvalho Botega e a presidente da Undime/SC, Patrícia Lueders.

VINHETA TCE INFORMOU

Tempo: 02’43”

Autor
Agência TCE/SC
Publicações
Sessões e eventos

Destaques
Rádio TCE/SC