menu

TCE/SC participa de projeto-piloto da Atricon para implantação de nova ferramenta de avaliação das cortes de contas

sex, 15/10/2021 - 19:19

VINHETA TCE INFORMA 
 
 
(OUÇA
 
 
LOCUTOR: O Tribunal de Contas de Santa Catarina (TCE/SC) participou, durante dois dias, de um projeto-piloto de implantação de uma nova ferramenta para a aplicação do Marco de Medição de Desempenho dos Tribunais de Contas (MMD.TC). Para isso, recebeu uma comitiva de integrantes da Atricon, a Associação de Membros dos Tribunais de Contas do Brasil.
Desenvolvida pelo TCE de Rondônia e incorporada pela Atricon, a ferramenta chamada Aprimore, vai aposentar o uso de planilhas e documentos avulsos, passando, a partir de agora, a reunir dados em um único sistema, em tempo real, facilitando a captação e a rastreabilidade dos indicadores de eficiência apurados junto às cortes de contas.
O objetivo do projeto-piloto é avaliar a funcionalidade, a usabilidade e o desempenho do novo sistema eletrônico, com vistas a identificar eventuais fragilidades e possíveis oportunidades de melhorias.
Na região sul do país, o TCE catarinense foi escolhido pela Atricon para auxiliar no desenvolvimento do novo sistema. O presidente do tribunal, conselheiro Adircélio de Moraes Ferreira Júnior, fala sobre essa deferência.

(Sonora Adircélio de Moraes Ferreira Júnior)
O Marco de Medição é uma ferramenta importantíssima que trabalha para o desenvolvimento e aprimoramento dos tribunais de contas, como um todo, e para nós de Santa Catarina é uma honra fazer parte desse projeto-piloto que tem por objetivo aprimorar ainda mais essa ferramenta, trazer mais tecnologia da informação, aplicada a esse instrumento de aperfeiçoamento dos tribunais de contas. Então, para nós é uma honra, a gente vai dar essa contribuição para o sistema, de forma que a gente fica muito alegre e envaidecido por ter sido convidado a fazer parte desse projeto-piloto.

LOCUTOR: O coordenador-geral do Marco de Medição de Desempenho é o conselheiro Sebastião Carlos Ranna de Macedo, do Tribunal de Contas do Espírito Santo (TCE/ES). Ele explica que o Marco de Medição foi inspirado num modelo desenvolvido pela Organização Internacional de Entidades Fiscalizadoras Superiores, que permite avaliar o desempenho de cada tribunal, levando em conta a sua cultura organizacional.

(Sonora Sebastião Ranna de Macedo)
É uma ferramenta revolucionária, uma ferramenta que permite mostrar para a sociedade os frutos do nosso trabalho, de maneira transparente, de uma maneira objetiva, e que a sociedade possa acompanhar o trabalho dos tribunais de contas. Então, essa ferramenta que estamos trazendo aqui para Santa Catarina, tem o objetivo de dar mais transparência, ficar numa linguagem mais amigável, que possa ser acompanhada em tempo real, e dar uma resposta mais rápida ainda para a sociedade do que tem sido desenvolvido por Santa Catarina e pelos tribunais de contas brasileiros.

LOCUTOR: O coordenador técnico da Comissão de Coordenação-geral do Marco de Medição de Desempenho é o conselheiro do TCE de Rondônia, Edilson de Souza Silva. Para ele, a implantação da ferramenta Aprimore visa assegurar a melhor metodologia de trabalho e otimizar a atuação interna e externa dos tribunais de contas.

(Sonora Edilson de Souza Silva)
Internamente, pelas suas atividades, pelos seus órgãos, na conformidade da exigência constitucional e legal e as normas infraconstitucionais, as atribuições dos cargos e as ações levadas a efeito pelo tribunal de contas. Pelo seu critério externo, é a medição do resultado das políticas públicas que os tribunais têm que aferir, medir o resultado dessas políticas públicas resultantes da aplicação de recursos públicos.

LOCUTOR: Segundo o conselheiro, todos os tribunais de contas do país, inclusive o Tribunal de Contas da União (TCU), estão integrados à rede do Marco de Medição de Desempenho. Ele ressalta que a criação da ferramenta Aprimore, desenvolvida pela Tecnologia da Informação, é um avanço na transparência e na segurança do trabalho dos tribunais.

(Sonora Edilson de Souza Silva)
Por isso, foi desenvolvida a ferramenta Aprimore, que é um sistema em tempo real, que permite que todos os servidores, todos os membros do tribunal, o presidente, todos os tomadores de decisão da corte tenham conhecimento, em tempo real, de como estão ocorrendo os trabalhos. E vai acompanhando esses indicadores, a evolução ou involução, digamos assim, a estagnação deles, para que possam aferir, buscar e tomar decisões para recondução ou aprimoramento dessa atuação ou ação específica do tribunal.

LOCUTOR: O sistema eletrônico que está sendo implantado também vai possibilitar a comparação de desempenho de cada tribunal de contas no país. O projeto-piloto no TCE de Santa Catarina foi desenvolvido nos dias 14 e 15 deste mês envolvendo as equipes técnicas do Tribunal e da Atricon.

VINHETA TCE INFORMOU

Tempo: 04’58”

Autor
Agência TCE/SC
Publicações
Sessões e eventos

Destaques
Rádio TCE/SC