menu

TCE/SC inicia comparação de dados sobre vacinação obtidos em visita presencial a municípios com informações repassadas por eles em questionário

seg, 01/08/2022 - 19:10
Descrição da imagem: foto mostra duas profissionais da saúde sendo entrevistadas por dois técnicos do Tribunal de Contas do Estado

 A partir desta segunda-feira (1°/8), o Tribunal de Contas de Santa Catarina (TCE/SC) começa a verificar se os dados sobre vacinação obtidos presencialmente em visita a municípios do Extremo Oeste catarinense batem com os informados por esses mesmos municípios em questionário aplicado no início de junho. A validação faz parte do trabalho desenvolvido para traçar um raio-X da vacinação geral e oferecer, a partir de uma base de dados, condições para que sejam estudadas alternativas que melhorem os índices. A ação teve à frente os servidores Rosemari Machado e Adriano Rank, que integram a Diretoria de Atividades Especiais (DAE).

Questionário 
A visita às áreas municipais de saúde é consequência de levantamento sobre vacinação elaborado a partir de questionário aplicado no início de junho - 226 dos 295 municípios responderam. A ação foi determinada pelo vice-presidente do TCE/SC, conselheiro Herneus de Nadal, relator dos processos relacionados à Secretaria de Estado da Saúde.

 As questões respondidas pelas prefeituras revelaram dados preocupantes após a compilação das informações pela Diretoria de Atividades Especiais (DAE) do Tribunal, como o fato de 68,14% registrarem declínio nos números de vacinação no município. O questionário apontou ainda que o principal fator de queda da cobertura vacinal está relacionado a notícias falsas compartilhadas pela internet. Essa razão foi apontada em 36,95% das respostas. A sequência trouxe desinformação (19,06%), falta de imunizantes (3,22%) e a logística (0,59%).  

O que aponta o levantamento
- 68,14% registraram declínio no percentual de vacinação; 
- 33,63% não possuem plano municipal de vacinação; 
- 99,12% têm conhecimento da demanda para vacinação dos grupos de prioridade; 
- 6,19% não fazem controle sobre o número de pessoas vacinadas;  
- 3,98% têm problemas de infraestrutura para vacinação;  
- 99,55% realizam vacinação domiciliar;  
- 97,35% têm estrutura de informática para os atendimentos nos locais de vacinação;  
- 11,95% não têm quantidade suficiente de profissionais da saúde para o atendimento;  
- 2,65% não têm insumos suficientes para a aplicação das vacinas;  
- 44,64% apresentaram falta de imunizantes nos meses de maio e junho;  
- 98,23% têm controle informatizado de vacinação;  
- 96,43% possuem canais de incentivo à vacinação;  
- 99,11% enviam os dados de vacinação para o governo estadual. 

Acompanhe o TCE/SC
www.tcesc.tc.br — Notícias — Rádio TCE/SC  
Twitter: @TCE_SC  
Youtube: Tribunal de Contas SC  
Instagram: @tce_sc  
WhatsApp: (48) 98809-3511  
Facebook: TribunalDeContasSC 
Spotify: Isso é da sua conta 
TikTok: @tce_sc 

Galeria de Fotos
Fechar
Sessões e eventos

Destaques
Rádio TCE/SC