menu

Governador em exercício abre Simpósio Internacional do TCE/SCe destaca inquietação da sociedade

Submitted by admin on ter, 12/11/2013 - 19:15

Governador em exercício abre Simpósio Internacional do TCE/SCe destaca inquietação da sociedade

 

(TCE Informa)

 

(apresentador)

Foi aberto na noite desta segunda-feira (11) o Simpósio Internacional: Crise de Representatividade — desafios e oportunidades para o Controle Externo. O evento está sendo promovido pelo Tribunal de Contas de Santa Catarina, até esta quarta-feira (13), no auditório do edifício-sede do TCE/SC, em Florianópolis. O governador em exercício, deputado estadual Joares Ponticelli, abriu o Simpósio coma Conferência Magna – Crisede representatividade: desafios para a governabilidade.

 

(repórter)

Para o governador, as recentes manifestações populares que ocorreram em todo o país são uma cobrança da sociedade por um olhar para dentro de cada instituição do poder.

 

(governador)

Nós estamos vivendo um momento de profunda inquietação da sociedade e com toda a razão, porque nós todos do Poder Público, em qualquer esfera, no Executivo, Legislativo e Judiciário, nas demais instituições, nós estamos levando muito tempo, gastando muito tempo, entre a tomada da decisão e a concretização dessa ação em favor do cidadão, por “n” fatores. Por excesso de legislação, por falta de legislação. Por excesso de recursos, por uma burocracia infernal, que está corroendo a coisa pública, que permite que os processos fiquem indo e vinda, sem solução. De forma que quando efetivamente a ação acontece já desgastou tanto que o cidadão já não vibra mais com aquele momento porque muito tempo se perdeu.

 

(apresentador)

Presente na abertura do evento, o vice-presidente do Tribunal de Contas de Minas Gerais e vice-presidente do Instituto Rui Barbosa (IRB), conselheiro Sebastião Helvécio Ramos de Castro, reconheceu a crise de representatividade que pode acabar se tornando uma oportunidade para destacar o controle externo.

 

(vice-presidente IRB)

Realmente nós vivemos hoje, não só no Brasil, mas no mundo como um todo, essa crise de representatividade. E aí surge, na verdade, uma grande oportunidade de valorização do controle e também da oxigenação do processo democrático. No sentido de dar um destaque maior dentro do controle ao controle social. Fazendo com que o cidadão comum, aquele que é o destinatário da política pública, possa se beneficiar das ações de controle.

 

(repórter)

O conselheiro defendeu a ampliação do diálogo dos tribunais de contas com a sociedade.

 

(vice-presidente IRB)

Primeira mudança fundamental é fazer com que as pessoas comuns, o cidadão mesmo tenha conhecimento da importância do controle para execução da política pública. Hoje, a grande questão da representatividade é que o cidadão não se sente representado nas instituições. Ele conhece muito pouco a Assembleia. Ele conhece muito pouco os tribunais de contas. Então, é preciso que a gente tenha essa visão mais moderna de levar essas instituições a estabelecer um diálogo com a sociedade civil para que o nosso trabalho seja reconhecido pela sociedade.

 

(apresentador)

O presidente do Tribunal de Contas do Município do Rio de Janeiro e vice-presidente da Associação Brasileira dos Tribunais de Contas dos Municípios (Abracom), conselheiro Thiers Montebello, ao falar à Radio TCE/SC, elogiou a iniciativa do Tribunal de Contas de Santa Catarina ao promover o evento.

 

(vice-presidente Abracom)

O Tribunal (de Santa Catarina) tem dado esse bom exemplo para todos os outros tribunais do Brasil. Então, qualquer evento que faça essa associação do povo, da comunidade, da sociedade com o sistema de controle é fundamental. Até porque é importante que conheçam o controle externo, que ainda é um ilustre desconhecido. Isso é sempre relevante, é sempre importante que haja nesse contexto dos tribunais de contas esse tipo de aproximação dos tribunais com a sociedade.

 

(repórter)

Na cerimônia de abertura, o presidente do Tribunal de Contas de Santa Catarina, conselheiro Salomão Ribas Junior, acredita que o evento produzirá indicadores para uma reflexão do momento em que vive as instituições.

 

(apresentador)

Durante o simpósio, serão debatidas questões mundiais de interesse atual na administração pública: a corrupção, o desequilíbrio orçamentário, a falta de transparência e o controle dos gastos. O evento conta com a participação de especialistas da Espanha e do Brasil.

 

(repórter)

O Simpósio Internacional: Crise de Representatividade — desafios e oportunidades para o Controle Externo, que vai até esta quarta-feira (13), tem o apoio da Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon), Instituto Rui Barbosa (IRB), Associação Brasileira dos Tribunais de Contas dos Municípios (Abracom), Governo do Estado de Santa Catarina, Assembleia Legislativa do Estado (Alesc), Tribunal de Justiça do Estado (TJ), Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), Federação Catarinense de Municípios (Fecam) e Instituto de Direito Administrativo de Santa Catarina (Idasc).

 

(apresentador)

Todo o evento está sendo transmitido, ao vivo, pelo Portal do TCE/SC (www.tce.sc.gov.br).

 

(TCE Informou)

 

Tempo:04’50’’

 

Autor
Agência TCE/SC
Publicações
Sessões e eventos

Destaques
Rádio TCE/SC